Fluir o fruir da gente

Quando a gente sente e não entende

Perfura, envolve, entorpece

E pede que o elo, entre

O aqui e o por fora

Envolva o amor profundo do Ser…

Que te ancora!

Que te absorve…

Inerte,

Impotente,

Pede…

Que tudo aquilo que és

Seja o fluir em compasso

Com o passo da vida

Fluida, bonita, cíclica

Entre o ar, o par,

O ser, o ter

A água que passa, te hidrata

A flor que te inebria

De beleza, calma…

E a plenitude

De ter, se transformado:

Da semente, caule,

Força e luz

Ao amor resplandecente

De fluir na natureza

De dentro e fora

Da gente

Julia Scheibel

Mestre em Comunicação com ênfase em Com. Organizacional. Possui MBA em Gestão da comunicação nas Organizações e graduação em Propaganda e Marketing pela Universidade Paulista (2003) com certificado de honra ao mérito pelo projeto Experimental RANTEC - Tecnologia em Ranicultura. Atuou nas áreas de comunicação das instituições públicas: Ministério da Educação, na Secretaria de Ensino Médio e Tecnológico pelo Programa PNUD, na Assessoria de Comunicação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e no Ministério da Cultura. Há 10 anos no Sistema Indústria, iniciou na Gerência de Relações Públicas em organização de eventos de grande porte, gestão de softwares e projetos de relacionamento e hoje atua na gestão orçamentária, planos de ações, pareceres sobre pesquisas e gestão da comunicação da Diretoria de Comunicação do Sistema Indústria - CNI, SESI, SENAI. Atua também, como atendimento às entidade, na gestão e coordenação das apresentações diferenciadas dos Diretores e Presidência do Sistema Indústria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *