Orvalho

Em um só dia, eu vi a tristeza, numa gota de orvalho…
E o orvalho expressa além da tristeza, um ar melancólico, traz em si a sensação de esperança! Porque retorna, outra manhã, com outra chuva, não se sabe quando…
E a gente só é feliz por saber que amanhã vai ser melhor… ou pior. É aquela alegria latente, de esperar por algo.
Já pensou se você, hoje, soubesse que nada mais de novo poderá acontecer?
E ver assim, num dia só viver todos os sabores da Vida, porque a vida é pra ser degustada!
Porque na vida a gente sempre busca um bem maior, maior do que o que já tem.
E, no dia que chegar uma vontade maior de aquietar, você não mais saberá curtir o vento da chuva, a brisa da manhã nem o orvalho com a sua tristeza e melancolia te farão feliz. Porque você não sentirá a esperança mais. Não saberá mais que sabor a vida tem.

 Mais importante que a melancólica e triste existência do orvalho é saber que ele se renova, em outro ser, se transforma! E retorna no ciclo natural das coisas.
Curta viver um dia após o outro com a certeza e a incerteza de dias melhores ou piores do que hoje.
Você é único! No seu jeito. Nasceu assim, se modificou, transformou, viveu, e hoje você demonstra ser quem, o quê? Que coisa não! Que homem, uau! Escolha, a liberdade é sua!
Porque a vida vai seguindo sua direção e dela se leva momentos, nela se deixam sentimentos. Que Deus nos livre… mas o que você está sentindo agora?

Se sentires que o mundo já consegue viver sem você…  É porque de tudo já se foi pensado, escrito e feito…

Julia Scheibel

Mestre em Comunicação com ênfase em Com. Organizacional. Possui MBA em Gestão da comunicação nas Organizações e graduação em Propaganda e Marketing pela Universidade Paulista (2003) com certificado de honra ao mérito pelo projeto Experimental RANTEC - Tecnologia em Ranicultura. Atuou nas áreas de comunicação das instituições públicas: Ministério da Educação, na Secretaria de Ensino Médio e Tecnológico pelo Programa PNUD, na Assessoria de Comunicação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e no Ministério da Cultura. Há 10 anos no Sistema Indústria, iniciou na Gerência de Relações Públicas em organização de eventos de grande porte, gestão de softwares e projetos de relacionamento e hoje atua na gestão orçamentária, planos de ações, pareceres sobre pesquisas e gestão da comunicação da Diretoria de Comunicação do Sistema Indústria - CNI, SESI, SENAI. Atua também, como atendimento às entidade, na gestão e coordenação das apresentações diferenciadas dos Diretores e Presidência do Sistema Indústria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *