Meu voto

Ai, sinto que não dá mais
Vai a terceira xícara suja fazer pilha na minha mesa
Toda tarde: água, café e cigarro e…
Cerveja!
Só de fato…
Pra entristecer
Nem tempo, nem graça
Toda terça, toda quarta
Na tela muitos “caras”,
Todos com armas
Ó meu Deus: – Só desgraças!
Tens a dizer.
E de Partido em Partido
Vão partindo o coração
Ninguém vê mais a alegria
Cadê a minha gente?
Quero ver garra,
Luz e som!
Harmonia, clave… canções!
Mas não passa…
É só desgraça
Nas TV’s
Senado, Câmara e CCBB
E agora?
Que se valha!
Cada gesto, cada palavra
Na hora da eleição!
Não há fome, nem desgraça
Que faça, eu me vender…
– Eu não compro deputado!
– Tão pra lá de caro…
Mas meu voto, eu digo e falo:
-Tu não venhas se meter!
Muito mais do que um ato
Um papel, um pedaço
É daqui que faço
Valer e vencer!
Valer o que digo, valer o que penso.
Num papel, num pedaço
Sem partido, eu me parto:

– Um Brasil pra se vencer!

Julia Scheibel

Mestre em Comunicação com ênfase em Com. Organizacional. Possui MBA em Gestão da comunicação nas Organizações e graduação em Propaganda e Marketing pela Universidade Paulista (2003) com certificado de honra ao mérito pelo projeto Experimental RANTEC - Tecnologia em Ranicultura. Atuou nas áreas de comunicação das instituições públicas: Ministério da Educação, na Secretaria de Ensino Médio e Tecnológico pelo Programa PNUD, na Assessoria de Comunicação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e no Ministério da Cultura. Há 10 anos no Sistema Indústria, iniciou na Gerência de Relações Públicas em organização de eventos de grande porte, gestão de softwares e projetos de relacionamento e hoje atua na gestão orçamentária, planos de ações, pareceres sobre pesquisas e gestão da comunicação da Diretoria de Comunicação do Sistema Indústria - CNI, SESI, SENAI. Atua também, como atendimento às entidade, na gestão e coordenação das apresentações diferenciadas dos Diretores e Presidência do Sistema Indústria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *